O efeito placebo – Teste para se fazer em casa

O efeito placebo – Teste para se fazer em casa

placebo

Por Lucas Belarmino

Chame algum amigo em casa para beber. Diga que comprou tudo e que deseja embebedar-se. Tudo o que precisará é de algumas garrafas de cerveja com álcool e outras sem álcool. Antes do amigo chegar, esvazie as garrafas que contém teor alcoólico e encha-as com cerveja sem álcool. É importante que o amigo não perceba que a garrafa tivesse sido aberta.

Agora aproveite. Bebam juntos e em alguns momentos finja-se de bêbado. Depois de algumas garrafas com rótulo alcoólico, mas excipiente sem álcool, conhecerás o efeito placebo.

O amigo provavelmente irá demonstrar perda de inibição, equilíbrio afetado e depoimentos que demonstram o quanto está bêbado.

Esse experimento pode ser feito em festas e o efeito será o mesmo. Se tudo for convincente, e o protagonista do experimento não demonstrar que está enganando os convidados, ao final todos estarão bêbados sem sequer uma gota de álcool.

É engraçado se ao final da festa, após todos os efeitos “do álcool sem álcool”, você contar que não havia álcool nas bebidas. O mais provável é que não acreditem em você, e com certeza, você não irá convencê-los do contrário.

Somente mais uma arma do placebo. Efeito esquisito, não?

Quando se trata de medicamento, qualquer um sem valor terapêutico, pode fazer as pessoas se sentirem melhor e serem curadas. Tudo devido a um “truque” que a mente prega, demonstrando que acreditar e esperar efeito, gera efeito.

Muitas pessoas acreditam que o placebo seja apenas benéfico, mas na realidade ele pode ser muito prejudicial.

Acreditar é poderoso e ai está o problema de toda crença, principalmente de cunho religioso.

A fé inabalável pode formar radicais e levar a morte, quando por exemplo, em casos em que a única maneira de curar é através da transfusão de sangue, mas a crença impede.

Tudo em que se acredita sem investigar pode ser prejudicial. Se uma pessoa acredita em signos e lê seu horóscopo todos os dias, isso influenciará, para o bem ou para o mal. Suponhamos que ela tenha lido que em seu dia se decepcionará com alguém. Essa pessoa sairá de casa pronta para a decepção, encarando tudo o que será dito a ela, como uma possível mentira.

Placebos não são só pílulas. São creme, injeção, oração, medicina alternativa, bebidas e podem ser até botões, tudo o que demonstre as pessoas que elas estão no controle.

A falsa sensação de controle é o engate poderoso do placebo.  Deus é placebo, pois é confortante e reconfortante, sendo a resposta para tudo o que acontece e se sente.

As ferramentas do placebo, bem como as respectivas eficácias, dizem respeito ao tamanho do que se faz uso. Por exemplo, na indústria farmacêutica, orientar o uso de duas cápsulas de 12 em 12 horas é mais eficaz do que uma cápsula e usar injeções de placebo é muito mais eficaz do que usar medicamentos orais. Os efeitos variam até por demais fatores, tais como, o medicamento mais caro tende a ser acreditado mais eficaz.

Placebos azuis funcionam mais como calmantes, enquanto placebos vermelhos funcionam melhor como estimulantes.

O placebo pode viciar e ficar sem utilizá-lo pode retornar todos os sintomas e causar crise de abstinência. Tudo isso demonstra como nosso cérebro está no controle de tudo e que o fato de acreditarmos em algo faz toda diferença.

Aqui avalia-se a crença em Deus. Será que acreditar Nele não pode ser prejudicial?

Ouço de cristãos a dificuldade em servi-lo. Obedecer as doutrinas religiosas é abster da verdadeira liberdade.

Não usar as roupas que gostaria, casar-se apenas uma vez sem permissão para divorciar, deixar de frequentar lugares que em sua concepção não é errado ou não assistir certos filmes por conter cenas pecaminosas, é entregar-se as complicações do placebo Deus.

Nossa MENTE cria não só problema, mas também o medicamento (Deus).

Anúncios

Um comentário sobre “O efeito placebo – Teste para se fazer em casa

Deixe seu comentário ou sugira o assunto do seu interesse para futuras publicações!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s