Vale a pena recordar: cresce o número de ateus, agnósticos e sem religião no Brasil

ateu gatinho

Por Sergio Viula

Em 2012, o jornal O Globo publicou matérias sobre os números sobre o perfil religioso do brasileiro conforme censo do IBGE. Coloco aqui o que me interessa no momento:

Aumento de 70,2% no percentual de pessoas sem religião desde 1991

Depois de católicos e evangélicos, o maior grupo é dos que se declararam sem religião, que representa 8% da população de 190,7 milhões de brasileiros. Houve um aumento de 8,1% entre os censos de 2000 e 2010. Tendo em vista o recenseamento de 1991, o crescimento deste grupo foi de 70,2%. Entre os sem religião, 615 mil se declararam ateus e mais de 124 mil, agnósticos. Uma curiosidade é que 15,3 mil têm mais de uma religião.Fonte: O Globo

Geralmente, não temos noção de quanto avança o secularismo no Brasil, porque a propaganda religiosa é onipresente. Porém, cada vez mais pessoas abandonam os templos e agremiações religiosas. Isso não quer dizer necessariamente que seja por convicções ateístas ou agnósticas, mas é certo que já não consideram a religião como algo imprescindível ou mesmo relevante para seu dia a dia, ainda que preservem algum tipo de fé pessoal. É estimulante ver que, desde o censo de 1991, esse grupo cresceu 70,2%, como diz O Globo. Visto no contexto geral do país, o número ainda é pequeno, mas continua crescendo.

É bem provável que o próximo censo revele números ainda maiores, considerando a presença de ateus, agnósticos ou céticos nas redes sociais, mas isso só a pesquisa será capaz de demonstrar.

Enquanto isso, a Atheist Alliance International continua promovendo seu próprio censo para levantar mais detalhes sobre o perfil dos ateus no mundo.

Até o momento desse post,  255.989 ateus de vários países do mundo haviam participado do censo. Destaco alguns dados curiosos aqui:

1. Em termos de número de participantes, o Brasil figura em terceiro lugar, atrás somente da Inglaterra (segundo) e dos EUA (primeiro). É surpreendente que países como Turquia, Índia e Irã estejam entre os 10 primeiros colocados nesse quesito.

2. A maioria esmagadora dos respondentes prefere se designar ateia – 63,6%.

3. Em termos de background, 65,1% vêm do catolicismo e outras denominações cristãs combinados. Interessante que 17,4% nunca tiveram religião alguma e 10,3% foram islâmicos antes.

4. Quanto à educação, 59,5% têm nível universitário e 19,5% têm pós-graduação – o que totaliza 79%. Logo se vê que o nível de educação entre ateus, agnósticos e secularistas em geral é alto.

5. Também é encorajador ver uma renovação de cabeças pensantes está em andamento, pois a maioria esmagadora dos respondentes tem entre 15 e 44 anos: 26,2% de 15 a 24 anos; 36,3% de 25 a 34 anos; e 19.5% de 35 a 44 anos.

6. Quanto ao gênero, 73,3% identificam-se como sendo do gênero masculino.

Para participar do censo da Atheist Alliance International, basta clicar nesse link e seguir as instruções: http://www.atheistcensus.com/ (inglês) ou http://www.atheistcensus.com/?l=spanish (espanhol).

Com o despontar de um novo essa semana, renova-se a esperança de que tenhamos muitas oportunidades para provocar reflexões ateístas/secularistas e principalmente para defender a laicidade do Estado e das instituições democráticas em nosso país e nos solidarizarmos com ateus, agnósticos, céticos e secularistas do mundo todo.

Então, Feliz 2015 para todos e todas!

P.S.: Essa semana, o texto atrasou. Não saiu domingo como de costume. Desculpem os que seguem o site fielmente. ^^

——————————————————————–

* Sergio Viula foi pastor batista, é formado em filosofia, administrador do blog Fora do Armário www.foradoarmario.net, autor de Em Busca de Mim Mesmo, livro que fala sobre religião, sexualidade e ateísmo, é membro da Liga Humanista Secular do Brasil, e pode ser encontrado no Facebook em: https://www.facebook.com/sergio.viula

Anúncios