Brincando com a lógica: Perguntas que todo crente em Deus deveria responder

Por Lucas Belarmino

 

Bem-vindos (as) a mais uma quinta-feira em minha coluna. Meu nome é Lucas e hoje separei e elaborei  PERGUNTAS QUE TODO CRENTE DEVERIA RESPONDER.

 

Como a maioria da população brasileira acredita no Deus, prevalecente ocidental, Jeová. As perguntas fazem referencia a bíblia mas voltam-se também para qualquer modelo de crença que a divindade interfira diretamente ou indiretamente no Mundo.

 

Na quinta-feira passada demonstrei que o cérebro primeiramente gera a crença (por padronicidade, ou seja, algumas vezes por não achar explicação plausível ele conclui ilusoriamente) para depois obter sinais que expliquem- a.

 

Antes de começarmos com as perguntas gostaria de citar o que o psicólogo americano Michael Shermer chama de conjetura de Spinoza, acredito que calha muito bem a dificuldade de resposta que crédulos terão nas perguntas a seguir.

 

“A crença surge rápida e naturalmente, enquanto o ceticismo é lento e inatural… O principio cientifico de que uma afirmação não é verdadeira a menos que se prove o contrario, contraria nossa tendência natural a aceitar como verdade aquilo que podemos compreender mais fácil e rapidamente…”

 

“Assim, devíamos recompensar o ceticismo e a descrença e encorajar aqueles que estão dispostos a mudar de ideia diante de novas evidências. No entanto, a maioria das instituições sociais recompensa a crença em doutrina de fé ou de ideologia, pune aqueles que desafiam a autoridade dos líderes e desencoraja a incerteza e, principalmente, o ceticismo”

Michael Shermer – Cérebro e Crença – 2012

 

Quando dizemos que o ceticismo é inatural, voltamos ao primeiro texto de minha coluna “Sobre a fé: Precisávamos? Precisamos?” – para entender que a fé foi essencial e colaborativa para a sobrevivência de nossa espécie, portanto a fé seria natural enquanto o questionamento daquilo que aprendemos como verdade, inatural, indo de contramão ao que nossa sociedade “aplaude e comemora”.

 

Será que para toda pergunta existe uma resposta?

 

Para começar nossa brincadeira é necessário que exijamos o uso da lógica e que as respostas tenham como base minimamente evidências filosóficas baseadas na bíblia.

 

Vamos lá!

 

  1. Após um acidente a equipe de bombeiros constata apenas uma pessoa sobrevivente meio a dezenas. Aqueles que assistem ao resgate consideram um milagre e aquele que se salvou agradece a Deus.

 Nessa situação, agradecer a Deus por ter salvado apenas uma vida, não seria o mesmo de agradecer a um serial killer por ter assassinado todos, mas poupado um?

 

A tendência de resposta leva a questão do merecimento – pode-se afirmar aqui que aqueles que morreram, estavam em sua hora de morrer e que não era a hora daquele único individuo que sobreviveu, pois possivelmente Deus ainda tinha um plano para ele.

 

Essa resposta conduz ao paradoxo da oração e do livre arbítrio. Afinal, se Deus já sabia que era hora de todos morrerem e iria poupar apenas um individuo. Qual o nexo de pessoas orarem para que alguma vítima sobrevivesse? E se Deus ouvisse as orações e decidisse interferir, estaria interferindo no que ELE já sabia que iria acontecer?

Deus ouviria preces e mudaria o curso de todas as coisas?

Portanto qual o sentido de orar?

 

  1. Você recebe uma ligação do hospital afirmando que seu filho acaba de sofrer um acidente de carro. Imediatamente você parte para o hospital e ao chegar lá o médico te diz: Felizmente seu filho sobreviveu, por muito pouco conseguimos socorrê-lo. (graças a Deus);

 

Felizmente seu filho sobreviveu, mas ficou paraplégico e passara o resto de sua vida dependendo de você para cuidados especiais. (graças a Deus – nesse caso você compreende que Deus tem um propósito para sua vida e para a vida de seu filho, ou seja, uma lição para que todos possam crescer na fé);

 

 

Infelizmente seu filho faleceu. (Deus quis assim, afinal Deus tem um propósito na sua vida e na vida de seu filho. Era a hora dele, Deus sabe de tudo e agora seu filho está em um lugar melhor).

 

 

Afinal Deus seria a resposta para tudo?

 

A resposta tende a elevar os níveis de fraqueza do ser humano e também levar a contradições. Apresentando aqui que se o filho sobreviveu, Deus o teria poupado, ou seja, interferiu nos seus próprios planos, se não era SEU plano poupa-lo antes. Nesse caso orações funcionam e podem mudar a vontade de Deus, indo de contramão a sua onisciência.

Se o filho faleceu, encarara-se como algo positivo, era hora do filho partir e ele estar em um lugar melhor é um conforto plausível, porém contradiz com o desejo de que não fosse à hora do filho (orar para Deus mudar os SEUS planos).

Para que ter medo da morte se depois que morrer estará em um lugar melhor?

Por que desejar tanto viver se esse Mundo não vale de nada e sim o que está por vir após a morte?

 

  1. Como um SER perfeito pode criar um produto imperfeito? E se pode criar um produto imperfeito, é porque é de sua vontade cria-lo assim. Por que culpa o produto que ELE mesmo criou imperfeito por ser imperfeito (pecar)?

 

Aqui temos o mesmo problema de um pintor que culpa o quadro, quando na verdade falta-lhe habilidade na pintura.

Essa pergunta me remete a outro paradoxo já bem conhecido. Deus poderia criar uma pedra tão pesada que nem mesmo ELE pudesse levantar?

Cai- se na contradição de onipotência divina, ou ELE tudo pode ou é limitado. Alguns teístas tendem a apelar mais uma vez para a incompreensão humana, afirmando que Deus não pode criar uma pedra cuja existência é logicamente impossível nesse universo. Sabemos que logicamente impossível está mais para SUA existência.

 

 

 

  1. Qual o propósito das outras formas de vida na Terra? Digo além dos seres humanos, como por exemplo, bactérias, vírus, espermatozoides, abelhas, pássaros e arvores. São apenas parte do cenário e suas vidas não possuem significado após a morte?

 

Pergunta simples que demonstra o antropocentrismo. O homem como centro do universo. O sol e os planetas giram em torno da Terra, a Terra foi feita exclusivamente para o Homem e assim por diante. Tudo existe para servi-lo.

O antropocentrismo teológico já vem sido refutado desde Galileu Galilei.

 

  1. Existe o livre arbítrio?

 

Livre significa aquele que tem o direito de decidir por si próprio.

 

Suponhamos que eu te diga – Me passe o seu dinheiro agora mesmo ou atiro em tua cabeça.

Te  dou duas opções.

 

Opção 1 –  Você me passa o seu dinheiro e deixo você ir;

Opção 2 – Você não me passa o seu dinheiro e mato você.

 

Estou te dando livre arbítrio ?

 

Troquemos agora as opções:

 

Opção 1 – Me aceite como Jesus Cristo o seu SENHOR e vá para o céu;

Opção 2 – Não me aceite como Jesus Cristo e vá para o inferno.

 

Livre arbítrio uma ova.

 

  1. A bíblia afirma que doenças mentais e físicas são resultantes de posse demoníaca. Você acredita nisso? Se não, então por que acreditar no resto da bíblia?

 

A bíblia contem milhares de contradições, inconsistência cientifica e traduções distintas. Para saber mais visite:  http://bibliadocetico.net/index.html

 

  1. Questão de Epícuro:

Deus quer prevenir o mal, mas não consegue? Então ele é impotente.

Ele consegue, mas não quer? Então ele é malevolente.

Ele quer e ele consegue? Então por que o mal acontece?

Ele não quer e não consegue? Então por que chama-lo de Deus?

Talvez  tenha sido a primeira questão que me tenha me levado ao ceticismo.

Clássica!!!

 

 

PERGUNTAS SOBRE A TRINDADE (PAI, FILHO e ESPIRITO SANTO)

 

Para começar, precisaremos entender a TRINDADE SANTÍSSIMA.

 

No início, a Trindade do Cristianismo era algo mais simples. Em antigos escritos cristãos, a palavra “Trindade” se referia a Deus, sua Palavra e sua Sabedoria (Theófilo de Antioquia, Ante-Nicene Fathers, Volume 2, pagina 201). Mas o dogma foi se desenvolvendo entre os séculos 4 e 6, durante 3 concílios, e tudo ficou muito misterioso.

Não é a toa que chamam de “O Mistério da Santíssima Trindade”. Mas… mistério ou confusão? É tudo complicado demais, pois afirma que Deus é formado por três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Deus é uma pessoa, seu filho Jesus é uma segunda pessoa e o Espírito Santo é o espírito, poder e influência de Deus. Jesus é subordinado ao Pai celestial. O Pai sempre existiu, desde o princípio dos tempos. O Filho não é uma criatura, mas sim o Criador e, como o Pai, sempre existiu. Em outras palavras, o Filho é co- eterno e consubstancial com o Pai, conforme diz o dogma. Se mostrarmos passagens onde Jesus mostra sua submissão diante do Criador, dizendo que por ele mesmo nada podia fazer, dizendo até que o Pai é maior e até mesmo orando ao Pai, então os homens fazem prevalecer a sua “verdade” inventando teorias para justificar o que o homem inventou. Dizem, por exemplo, que na Terra Jesus estava em condição de servo, um “Deus homem”. Também tentam explicar usando de analogias como a da água, que é gasosa, liquida e sólida. Só que uma molécula da água nunca é isso tudo ao mesmo tempo e mesmo se fosse continuaria sendo uma analogia fraca e que não explica como é possível Deus ser três pessoas, de diferentes personalidades, ao mesmo tempo, e ainda esse Cristianismo ser monoteísta.

 

 

  1. Por que o ser humano ainda tem que pagar pelos pecados que Eva cometeu? Jesus (Deus em forma humana) não teria vindo para sacrificar-se pelos pecados da humanidade?

 

  1. Deus, que é Jesus, mandou a ele mesmo para morrer pela humanidade, sabendo que ressuscitaria e estaria ao lado de Deus, ou seja, DELE mesmo. Onde está o sacrifício?

 

  1. Deus manda Jesus, ele mesmo, para que se sacrifique e salve a humanidade de ir para o lugar (inferno) que ELE mesmo iria mandar, caso ELE mesmo não viesse se sacrificar por nós?

 

PERGUNTAS DE CUNHO SIMPLES, PORÉM VÁLIDAS:

 

  1. O que Deus fazia antes de criar o Universo?

 

  1. Com bilhões de pessoas passando fome, sede, sofrendo e agonizando. Você acha mesmo que Deus prefere te ajudar?

 

  1. Você sabia que religiões não ensinam moralidade e sim obediência?

 

Moralidade é fazer o que é certo independente do que lhe foi dito.

Obediência é fazer o que lhe foi dito independente do que é certo.

 

  1. Deus deixar o Diabo vivo para testar a fé da humanidade, não seria o mesmo que deixar o vizinho ter relações sexuais com a minha esposa para testar nosso casamento?

 

  1. Você sabia que masturbação é pecado punível com a morte, mas dormir com as filhas não é problema nenhum? (masturbação – Genesis 38:9-10 – incesto – Gen 19:31-16)

 

 

  1. Quando estás bem diz que é graças a Deus e quando estás mal é graças a quem?

 

  1. Se Deus age pelas mãos dos médicos, quando salva vidas o mérito é DELE. Quando ocorre erro médico foi erro de Deus?

 

  1. Deus teria a cura do câncer, AIDS, ebola, mas espera os cientistas descobrirem para começar a curar os enfermos? Se Deus possui o conhecimento e capacita cientistas a encontrarem por que tantas pessoas inocentes tem que morrer até que isso aconteça?

 

 

  1. Como nossa alma sofrerá no inferno? Como será a dor já que não teremos sistema nervoso para poder senti lá?

 

Se não existe um Deus estamos corretos.

Se existe um Deus indiferente não sofreremos.

Se existe um Deus justo não temos nada a temer pelo uso honesto da racionalidade, mas se existe um Deus injusto, temos muito a temer, assim como qualquer cristão.

 GEORGE SMITH

 

Referências:

 

Trindade:

http://espiritismoehcristao.blogspot.com.br/2011/02/paga-trindade-igual-do-hinduismo.html

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Brincando com a lógica: Perguntas que todo crente em Deus deveria responder

  1. Muito boa a lógica utilizada para formular essas perguntas, eu sempre vejo em vídeos e textos esses argumentos, mas você condensou bem as questões aqui, se me permite vou utilizar o texto para reflexão e também usa-lo para confrontar religiosos com essas questões. Parabéns e obrigado pelo texto.

    Curtir

  2. Esse é o meu garoto! Muito Bem Lucas, parabéns ! Esses seus textos com números, esse me lembrou aquele monte de perguntas que vc fez, fez o povo levar um dia inteiro para responder, eu fui uma kkkkk tem alguma ligação? Não lembro dele.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe seu comentário ou sugira o assunto do seu interesse para futuras publicações!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s